RSS

Bilhetes para os Festivais de Música

Aproveita esta mega oportunidade de ganhar um vale que te vai permitir trocar 500€ por bilhetes para os melhores festivais de verão em Portugal.

É uma oportunidade única, pela primeira vez em Portugal, podes curtir os festivais de música sem pagar, faz como os teus amigos e aproveita também.

Da-me O Que Tens

Não faz sentido largar-te agora
P'ra depois voltar atrás
Uma história com sentido
Eu sei do que és capaz

Olho pra ti e vejo o meu fim
Olho pra ti e vejo-me a mim
Sempre por aqui

Vem, vem, vem, vem
Vem, vem, vem, vem
Dá-me o que tens

Refrão:
Uma força que nos faz unir e voltar atrás
Unir e voltar atrás
Uma força que nos faz unir e voltar atrás
Unir e voltar atrás
Uma fraqueza que nos faz tentar
Tudo mudar, tudo mudar e ficar

É impossível conseguir criar
Quando cada um segura o seu lugar
E ninguém pensa em ceder, sem saber porquê

Diz-me o que te faço sentir
Quando o meu pior é o que passa pra ti
E vejo que estás a quebrar, mas tens de tentar

Vem, vem, vem, vem
Vem, vem, vem, vem
Dá-me o que tens

Refrão

Não vai ser difícil de prever
Nós os dois, não vai ser

Refrão (2x)

Letra: Francisco Borges
Música: 4Taste

Fonte: 4 taste 4 Ever

Nada Nos Vai Parar

A noite cai e faz lembrar o que passei
A mágoa sai para esquecer
Como eu ia desistir
Nada nos vai fazer desunir
E agora sei que já ultrapassei

Refrão:
Ye-ye-ye-eh sei que vou vencer agora
Ye-ye-ye-eh Porque vou até ao fim
Ye-ye-ye-eh Sabes que esta é a nossa hora
Ye-ye-ye-eh E nada nos vai parar

A multidão não tem de crer no que não vê
És só mais um e só tu lutas por ti mas uma vez
Ninguém te pergunta porquê
Olha para o céu, vamos lá chegar

Refrão

Se eu cair, se eu quebrar
Não vou desistir, vou-me levantar
Se eu cair, se eu quebrar
Não vou desistir, vou-me levantar

Refrão

Letra: Luke d'Eça
Música: 4Taste

Fonte: 4 taste 4 Ever

Esticar A Corda

Ouvi dizer que o tempo não volta atrás
Já tentei de tudo mas no fundo sei que não sou capaz
É tão difícil aceitar esta visão
Estou tão cego não consigo achar a solução

Acordar do sonho
Olhar pro futuro

Refrão:
Acordar e esticar a corda
Não me digas que não está na hora
Não sei se fique ou se vá embora
Só quero um rumo para esta história

Quase me afoguei em tentação
Mas agora encontrei a força da razão
E é tão fácil eu sorrir
Um mundo novo, já desisti de desistir

Acordar do sonho
Olhar pro futuro

Refrão

Acordar do sonho
Olhar pro futuro

Refrão

Letra e Música: Rodrigo Fortes

Fonte: 4 taste 4 Ever

Playback

Podes não saber cantar
Nem sequer assobiar
Concerteza que não vais desafinar
Em playback, em playback, em playback!

Só precisas de acertar
Não tem nada que enganar
E, assim mesmo, sem cantar vais encantar
Em playback, em playback, em playback!

Põe o microfone à frente
Muito disfarçadamente
Vai sorrindo que é p'ra gente
Lá presente
Não notar!

Em playback tu és alguém
Mesmo afónico cantas bem...
Em playback,
A fazer playback
E viva o playback
Dá p'ra toda uma soirée!...

Abre a boca, fecha a boca
Não te enganes, não te esganes,
Vais ter uma apoteose,
Põe-te em pose
P'ra agradar!...
Em playback é que tu és bom,
A cantar sem fugir do tom...
Em playback
A fazer playback
E viva o playback
Hás-de sempre cantar bem.
Com playback até pedem bis:
Mas decerto, dirás feliz...
Em playback
A fazer playback
E viva o playback
Agradeces e sorris

Letra e Música: Carlos Paião

Fonte: 4 taste 4 Ever

4 Horas

Se eu perdesse quatro horas a ver-te sonhar
Como pagarias tu esta dívida?
Das mil histórias que eu te tento sussurrar
Para recuperar a magia

É sempre tudo à tua maneira
É sempre tudo à tua maneira

Se acreditasse que tudo dura para sempre
Aqui eu nunca estaria
E sei que um coração muda de repente
E como a sensação é fria

É sempre tudo à tua maneira
É sempre tudo à tua maneira

Refrão:
Mas assim o que esperas de mim?
O que podes esperar que eu faça sem ti?

Se conseguisse transparecer algo mais do que sou
Talvez criasse contigo alguns acasos
Com a lenha a arder e o céu a estrelar
Há quatro horas que dormes a meu lado

É sempre tudo à tua maneira
É sempre tudo à tua maneira

Refrão

O rio que corre a teus pés não sabe pra onde vai>
Quer-me largar no mar onde acabar
Acordas junto a mim para me agarrar
Quando nos vejo aos dois perco-me a sonhar
A esquecer que estou a sonhar

O que podes esperar, o que podes esperar
Que eu faça sem ti, que eu faça sem ti?
(Eu durmo junto a ti
Mas não consigo acordar
Eu nado contra o rio
Para ser teu, estou-me a afogar)

Letra: Luke d'Eça
Música: 4Taste

Fonte: 4 taste 4 Ever

Um copo a mais

Um copo a mais
Um copo não é demais
Se eu for contigo

Não me olhes assim, disse o copo para mim
Porque a tentação, não é mais que uma falsa paixão
E tu tens de pensar: a mágoa pode partir
Mas ela voltará amanhã de manhã

Refrão:
Agora tens de te parar / não paro
Tu já não podes continuar assim / é só mais um
Acorda estás a exagerar / não estou não
Eu sei que te posso mostrar, é uma ilusão

Um cigarro a mais, não há-de ser demais
Para ser social, para ser aceite

E ele pergunta-me a mim, porque é que és assim?
Tão indiferente a eu dominar a tua mente
Ao ponto de pensares, e nunca, nunca duvidares
Que vão marginalizar-te se não fumares

Refrão

Então parti o meu copo desta vez
Sem autorização nem porquês
Vou deixar de ser influenciado
Vou deixar de ser viciado

(Solo do Nelson)

Refrão

Letra: Luke d'Eça e Francisco Borges
Música: 4Taste

Fonte: 4 taste 4 Ever

Ver Mais Alem

Por vezes não distingo o bem do mal
Cansei de ser mortal
Não quero ser mais um nem tomar partido
Partido já me sinto eu

Caminho sem saber pra onde vou
O meu tecto desabou
Enquanto esta razão fizer sentido
Ninguém me diz quem eu sou

Pré-refrão:
Mesmo que me tentem esconder
O sabor que a vida tem
Mesmo que me façam descer
Eu vou ver mais além
Ver mais além

Refrão:
Não me obrigues a voar mais raso
Foi um erro crasso senti
Tu não quiseste ver mais além

Não me digas o que eu não quero ouvir
Não me tentes proibir
O sinal abriu, a estrada é larga
Mais largo é o azul do céu

Pré-refrão

Refrão

Escolhe as regras, não me dês mais tréguas
Eu não vou mudar, tu sabes bem
Que não quiseste ver mais além

Mesmo que me tentem esconder
Mesmo que me façam descer
Mesmo que me tentem esconder

Refrão

Escolhe as regras não me dês mais tréguas
Eu não vou mudar, tu sabes bem
Ver mais além

Refrão

Escolhe as regras, não me dês mais tréguas
Eu não vou mudar, tu sabes bem
Que não quiseste ver mais além

Tu não quiseste ver mais além
Fonte: 4 taste 4 Ever

Sabe Bem Cá Estar

Vou à praia dar um mergulho no mar
A boa onda não irá acabar
Vou viver o que o sol tem pra dar
Vou curtir não haverá tempo pra dormir

Refrão:
Sabe bem ter o dia para desfrutar
Sabe bem ter a oportunidade de aproveitar
Só eu sei como é bom cá estar
Tenho esta vida, só tenho esta vida

Vou dançar até a lua cair
Vou-te abraçar, quero-te ver a sorrir
Vou gritar até Deus me calar
Não tenho medo do que irão pensar de mim

Refrão

E se eu olhasse para o meu mundo como um eterno devir
Como um acto contínuo?
E se eu esquecesse como o presente se perde rapidamente
Que o que fica é a viagem?

Refrão

Letra: Luke d'Eça
Música: 4Taste / Richar Barry

Fonte: 4 taste 4 Ever

Diz-me Que Sim (Estou Aqui)

Fala, diz-me o que estás a pensar
Oiço, sinto o que estás a sentir
Abre, abre a mão aos teus medos
Dá, deixa-me estar onde estás

Refrão:
Diz-me que sim
Estou aqui
Nada nos vai separar nem dividir
Quero estar junto a ti
Estou aqui
Diz-me que sim
Diz-me que sim

Quero ser o teu barco no cais
Talvez te possa levar para mim
E libertar-te neste mar de amor
Deixa-me cobrir-te de sol

Refrão

Quando sentires que te vais perder
Sabes que não te vou deixar cair
Vou estar aqui até ao fim
Diz-me que sim
Diz-me que sim

Refrão

Fonte: 4 taste 4 Ever

Dar-te Sempre Mais

Que pensas tu que sinto eu?
Muito mais que uma dor de uma dor
que sempre ardeu
Há muita coisa que eu não sei
Mas é bom ter noção, quanto a ti nunca hesitei

Estarei assim porque não te dei atenção
Ou será porque me queres ter na mão

Refrão:
Quem sabe se eu tentar
Talvez consiga compreender
Podia ouvir-te mais
Pensar mais em nós
Quem sabe se eu tentar
Talvez entenda os teus sinais
E só assim eu vou poder
Dar-te sempre mais

Parece fácil mas não é
Pois eu gosto de ti mas será que te vai chegar
Parece simples mas não é
Para ter, receber, tu e eu, temos de tentar

Já percebi que a promessa é p'ra cumprir
É desta vez que não te vou desiludir

Refrão

Já te confessei
Que eu sei onde eu errei
Agora é a tua vez de também prometer...

Refrão

Fonte: 4 taste 4 Ever

Diz Mais Uma Vez

Toda a certeza que trago
Está tudo mudado, parcialmente enrolado
Cruzo os braços e páro um minuto

Sinto a alma imersa, em ânsia
Tena emergir com relutância
Pena não ter plano de contingência

Deixa-me estar
Faz-me bem não pensar
Deixa-me estar no meu lugar

Refrão:
Diz mais, só mais uma vez, mais
Diz-me porque vais
Não vás...
Diz-me mais, só mais uma vez, mais
Diz-me porque vais
Não vás...

Sem tormentos, olhei
Esqueci tudo o que senti
Mas não o que senti

E por momentos pensei,
Julguei e até acreditei
Que tivesse sido eu que errei

Deixa-me estar
Faz-me bem não pensar
Deixa-me estar no meu lugar

Refrão

Quando a mágoa assentar
E finalmente acabar
Tudo à sua forma vai voltar
Quando a mágoa assentar
E finalmente acabar
Tudo à sua forma vai voltar

Refrão (2x)

Letra: Rodrigo Fortes
Música: Rodrigo Fortes

Fonte: 4 taste 4 Ever

Letra da musica do orelhinhas

És o meu grande amor
sem ti a vida não tem cor
Abraçar-te todo o dia
A vida tem magia


Abraçinhos e beijinhos
Vou-te dar muitos miminhos
Do fundo do coração
É para ti esta canção!

na na na na na na na naa na na na na naaaa...

És mais fofo que um pão-de-lo
Dou-te beijinhos de esquimo
És o sonho mais bonito
Meu peluche favorito


Abraçinhos e beijinhos
Vou-te dar muitos miminhos
Do fundo do coração
É para ti esta canção!

na na na na na na na naa na na na na naaaa...


Não imagino a chery,
A coisa mais doce que vi
És a minha estrela guia
sem ti não tenho alegria


Abraçinhos e beijinhos
Vou-te dar muitos miminhos
Do fundo do coração
É para ti esta canção!

na na na na na na na naa na na na na naaa...


És o meu grande amor
Sem ti a vida não tem cor
Abraçar-te todo o dia
A vida tem magia


Abraçinhos e beijinhos
Vou-te dar muitos miminhos
Do fundo do coração
É para ti esta canção!


Fonte: http://orelhinhas.blogs.sapo.pt/ o blog do orelhinhas








Forum dos Morangos

O maior fórum dos Morangos com Açúcar já está a encantar os fãs da série, com menos de três meses de existência o Geração Morangos já tem, até à presente data, mais de 300 utilizadores registados.

No Geração Morangos o melhor fórum dos Morangos Com Açúcar, vais ficar por dentro de tudo o que acontece na tua série preferida, a discussão sobre os episódios é feita diariamente e todas as noticias e novidades estão lá, mas este fórum vai muito para lá dos Morangos com Açúcar, tem outros temas também bastante interessantes, é um fórum super movimentado e acho que todos o deviam visitar!

E agora lançou um passatempo fabuloso onde se pode ganhar 150€ ou todos os CD's da série, há fóruns fantasticos não há? Sabe tudo sobre o prémio e como podes participar!



Se és fã dos Morangos com Açúcar junta-te ao Geração Morangos, o fórum da tua geração.

Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados ou Dia de São Valentim, é uma data comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais! No blog do dia dos namorados vai encontrar sugestões de prendas, mensagens de amor, imagens de amor, tudo para o seu dia dos namorados!

Visitem o blog do Dia dos Namorados

Feliz Natal

Desejo a todos os leitores do blog, aos seus familiares e amigos um Feliz Natal.

Para o natal estar completo oferecemos-lhe algumas sugestões:

Receitas de Natal

Mensagens de Natal

Imagens de Natal

Jogos de Natal

Prendas de Natal

Musicas de Natal

Just Girls - Não te deixes vencer

Achas bem ficar assim? (... estás numa "down")
Sei que dói, mas vai passar (... não ligas, não)
Deixa lá, agora é esquecer
Toca a levantar p'ra recomeçar

´Bora lá, és capaz
Tu não vais desistir
Acreditar é lutar
Mesmo se Cair
Sobreviver é querer
O que a vida traz
Não te deixes vencer

Já sabes, tanto faz...
Já sabes, tanto faz...

Já não vale olhar p'ra trás (esperas o quê?)
Para lá voltar nem pensar (sabes porquê?)
Abrir os olhos só te faz bem
Começa a reagir
Em vez de fugir

´Bora lá, és capaz
Tu não vais desistir
Acreditar é lutar
Mesmo se Cair
Sobreviver é querer
O que a vida traz
Não te deixes vencer

´Bora lá, és capaz
Tu não vais desistir
Acreditar é lutar
Mesmo se Cair
Sobreviver é querer
O que a vida traz
Não te deixes vencer

Já sabes, tanto faz...
Já sabes, tanto faz...

A escolha é tua
Já tens tudo o que precisas
Agarra com força
Há vida em ti

´Bora lá, és capaz
Tu não vais desistir
Acreditar é lutar
Mesmo se Cair
Sobreviver é querer
O que a vida traz
Não te deixes vencer

Já sabes, tanto faz...
Já sabes, tanto faz...


´Bora lá, és capaz
Tu não vais desistir
Acreditar é lutar
Mesmo se Cair
Sobreviver é querer
O que a vida traz
Não te deixes vencer

Já sabes, tanto faz...
Já sabes, tanto faz...
Fonte: Just Girls

Just Girls - Enquanto o Amor Quiser

Acreditei que o céu foi feito para nós,
Num mundo a sós, não percebi,
Tantos desejos e promessas de um futuro a dois,
Só então depois, eu descobri

O tempo acabou, o pano já fechou
E ninguém quer saber,
Das memórias do nosso viver

Não sei se sou capaz
Tento acordar e olhar para trás
Ver tudo o que eu perdi
Quando tu estiveste aqui

Eu não sei se eu vou esquecer
Talvez o amanhã me vá dizer,
Se o ontem já chegou ao fim
E ele nem sequer esperou,
Nunca pensou em mim

Hoje deixo a minha sombra chorar por ti,
Tudo o que senti,
Foi talvez demais eu sei,
E agora está na hora de renascer
De não esconder
As verdades em que errei

A dor vai ficar no nosso lugar,
Enquanto o amor quiser,
O silêncio dá voz ao meu sofrer

Não sei se sou capaz
Tento acordar e olhar para trás
Ver tudo o que eu perdi
Quando tu estiveste aqui

Eu não sei se eu vou esquecer
Talvez o amanhã me vá dizer,
Se o ontem já chegou ao fim
E ele nem sequer esperou,
Nunca pensou em mim

Fechaste a porta, sem dizer adeus
E eu nem te vi partir
Apagaste os sonhos que também foram teus
Deixei a minha luz fugir

Não sei se sou capaz
Tento acordar e olhar para trás
Ver tudo o que eu perdi
Quando tu estiveste aqui

Eu não sei se eu vou esquecer
Talvez o amanhã me vá dizer,
Se o ontem já chegou ao fim
E ele nem sequer esperou,
Nunca pensou em mim

Não sei se sou capaz
Tento acordar e olhar para trás
Ver tudo o que eu perdi
Quando tu estiveste aqui

Eu não sei se eu vou esquecer
Talvez o amanhã me vá dizer,
Se o ontem já chegou ao fim
E ele nem sequer esperou,
Nunca pensou em mim
Fonte: Just Girls

Just Girls - Bye Bye (Vou-me divertir)

(Come on Girls...)

Voar, deslizar, carro novo p'ra mostrar
Vou passar a noite a sorrir
É já, vamos lá, bem melhor do que o sofá
Passearmos a conduzir

Assim é que é
Num cabriolet
Curtir a onda na rádio
Na estrada a seguir
Com todas a rir
E a abanar com a rádio

Nada melhor p'ra esquecer
A mágoa que não quero ter
E tudo que eu tenho p'ra dizer... é

Bye, Bye - vou-me divertir
Não, não - não vou discutir
Já está - já decidi
Que eu vou viver mas é longe de ti
Que eu vou viver mas é longe, bem longe de ti

Bye, Bye - vou-me divertir
Não, não - não vou discutir
Já está - já decidi
Que eu vou viver mas é longe de ti
Que eu vou viver mas é longe, bem longe de ti

Lazer, o prazer de podermos conviver
Sem pensar no "man" lá atrás
O tal, "genial", pensa que é tão sensual
Não sabe do que eu sou capaz

Assim é que é
Num cabriolet
Curtir a onda na rádio
Na estrada a seguir
Com todas a rir
E a abanar com a rádio

Nada melhor p'ra esquecer
A mágoa que não quero ter

Bye, Bye - vou-me divertir
Não, não - não vou discutir
Já está - já decidi
Que eu vou viver mas é longe de ti
Que eu vou viver mas é longe, bem longe de ti

Não me vais impedir
Vou-me já despedir
Quero sair
Quero sentir
Quero soltar-me
São horas p'ra dizer
Seja o que Deus quiser
Só vou travar o passo
Se me libertares

Não me vais impedir
Vou-me já despedir
Quero sair
Quero sentir
Quero soltar-me
São horas p'ra dizer
Seja o que Deus quiser
Só vou travar o passo
Se me libertares

Bye, Bye - vou-me divertir
Não, não - não vou discutir
Já está - já decidi
Que eu vou viver mas é longe de ti

Bye, Bye - vou-me divertir
Não, não - não vou discutir
Já está - já decidi
Que eu vou viver mas é longe de ti

Bye, Bye - vou-me divertir
Não, não - não vou discutir
Já está - já decidi
Que eu vou viver mas é longe de ti
Que eu vou viver mas é longe, bem longe de ti
Fonte: Just Girls

Just Girls - Para o bem de nos dois

Tu e eu, temos algo especial
Sabemos nós que é real
Horas passam sem nos darmos conta
Não somos de fingir
Assim só te quero pedir

Se um dia acontecer
Não saberes entender
Os momentos menos fáceis
Vais sempre a tempo de me encontrar

Já não temos como viver
Sem pensarmos um no outro
Juntos para enfrentar
O que nos espera
Para o bem de nós dois
Sem pensarmos um no outro
Juntos para alcançar
Tudo que sonhamos
Para o bem de nós dois

Entre nós estar bem é mesmo fácil
Há tanto p'ra partilhar
Já não vemos mais ninguém à volta
E quando frente a frente
Desaparece toda a gente

Estamos lá p'ro que vier
Esta lá dê por onde der
Somos dois a combater
Temos um ao outro, baby
Para já é confiar que
Para lá tudo vai continuar
Fonte: Just Girls

Just Girls - A Vida te espera

Eu sei, parece que já não dá
Passei por coisas assim também
Vais ver, há razões para viver, vais ver

Não crês que ninguém te vai compreender
Não vês que agora não estás só
Já tens amigos que te querem bem
Vais ter sempre alguém

A vida te espera
Há tanto por descobrir
A vida que queres
Só tu podes construir
A vida te espera
Está mesmo à frente
E é p'ra ti

Vejo a dor no teu olhar
Penso nos teus momentos a sós
Sentes que nada vai melhorar... mas hás-de ver
O tempo vai tudo curar
Tento fazer-te entender
Tenho problemas tal como tu, mas eu aprendi...

Temos todos algo a esconder
Temos todos algo a esquecer
Ou alguém para temer ou talvez perdoar
Memórias e histórias para nunca contar
Mas há mais para viver
Há muito mais para viver e ser
Fonte: Just Girls

Just Girls - Passa o vento

Já me perguntei
O que é que mudou
Sinto que não sou assim
E num minuto só
Já sei onde vou
Estou morta por te ver a ti

Este meu desejo
Vai-me torturar
Falta-me o teu beijo
Para me consolar

Mágoa de quem te quer
Dona, sem nada ter
Hey, baby,
Tu pareces só ver
Esta melhor amiga

Não vou controlar
Passa um vento por mim
Que me deixa feliz
Perco-me a dançar
Quero pensar em ti
Estar longe e tão perto daqui

Ando por aí
Sem me decidir
se revelo a intenção
Os anseios estão
Fora da razão
No meu abrigo podes ser quem és

Tu vais reparar
Está no meu olhar
Vou-te surpreender
Vestida de mulher

Eu não quero perder a vez
Aqui estou para te entreter
Hey, baby, Vais parar de me ver
Como a melhor amiga

Se há medida na paixão
Porque fica a ilusão
De que o mundo vai cair
Ou talvez pare

Tu já olhas para mim
Da forma que eu entendi
Ser apenas um sinal,
Mas sei que é certo.
Agora é certo...s
Fonte: Just Girls

Just Girls - Karma Comes Around to You

So sad that when I look around
I can read your lips without a sound
It is not difficult to see your empty conversation

The wasted time and energy
You use to put a hate on me
You should user smart and carefully
To honour your creation

If there's a thing you feel you have do say
Then get it out the way...
Whatever goes around
Will always come around
And when it comes around it will go back to
Whoever said it first
To quench the devil's thirst
Theres no excuse when Karma comes around to you

The tongue that made the story worse
Is more tha usually the first
To smile and openly deny anything they've said

So boring! Such a trifle
I will not waste my time
In the end is is your crime
And I can't change your mind

Don't bother me
With your negativity
Not carrying that weight, no way!

(I'm so sorry...)

You can no enter my mind
Life will go on and leave you behind...
Fonte: Just Girls

Just Girls - O jogo ja comecou (Sorte ou azar)

Cheguei quando a noite nasceu
Estavas sentado ali,
Qusseste dar-me o teu céu
Mas eu fingi que não vi.

Fiquei presa por um fio, senti mais um arrepio,
Aceitei o desafio, desse teu olhar.
Tenho medo de querer, tudo pode acontecer,
Será que me vais prender, ou libertar.

Eu quero entrar no jogo mas não vou perder,
Sinto o amor chegar,
Só espero a minha vez para apostar e ver,
Se a minha sorte vai mudar.

O jogo já começou,
O dado Já rodou
E se hoje ninguém ganhar,
Não me vais escapar.

Esquecemos tempo e razão,
Deste-me o teu calor
Entraste no meu coração
Dei-te o meu amor.

Mas se o horizonte escurecer
E já não estiveres aqui,
Fecho a minha mão
p'ra guardar tudo o que vivi
Fonte: Just Girls

Just Girls - Quero-te sempre aqui

Fica de aviso, pois podes assustar-te,
Acho-te um sonho
Tudo aquilo que eu desejo

Apareces em cada pensamento
És um vício
És tão contagioso, tu
Podes pensar que me estou a passar
Mas não é meu costume confessar
Segredos que são meus a ninguém
E vou-te dizer ainda mais...

Quero-te sempre aqui
Sempre esperei por ti
Este amor deixei entrar
E é contigo que eu vou estar
Quero-te sempre aqui
Mesmo ao pé de mim
Sei que o que temos vai crescer
Em cada novo amanhecer

Pode ser que seja uma doença
Pensar constantemente
Na nossa vida a dois
Tudo ficou de pernas para o ar
Dás-me cabo da cabeça
Quero-te agora e depois

Eu estou a ver... como vai ser
Estarmos sempre juntos e viver
Uma paixão que a mim me faz sorrir
E vou dizer-te ainda mais...

Imagino tu e eu
A partilhar a vida entre nós
Cada um de nós a dar de si
Sem qualquer razão para estarmos nós
Fonte: Just Girls

Just Girls - O tempo joga contra mim

O tempo joga contra mim
Tento não cair

Fazes tudo para me agradar
Mas eu tenho que te descartar
Mas sou presa fácil
Ainda tens muito para me dar
Digo o que penso sem me conter
Vejo o que não queres ver
Dou sem nada receber

A noite pede sarilhos
Estou pronta a partir o chão
Na pista de qualquer bar
Armar a confusão

O tempo joga contra mim
Tento não cair
No fundo eu não sou assim
Mas o risco vai subir
Vou ter que o assumir
Quanto o tempo joga contra mim
Passando a correr
É difícil atingir um fim
E eu com pressa de viver
Pareço me esquecer
Aonde vou

Aqui tenho o escudo
Para mim é tudo
Se te armares em esperto
Já não chegas perto

Perdida por um, perdida por cem
Não assino por ninguém

Um dia vou-me descobrir
O outro lado vais sentir
Vou descobrir, vou descobrir
Se eu der a cor e tu o tom
Talvez me sobre o que há de bom
E eu vou sentir
Vou-me descobrir
Fonte: Just Girls

Just Girls - Sei que tudo vai mudar

Só me lembro de momentos bem passados por aqui
Todos sempre juntos para a festa animar
Não havia nunca espaço para ficarmos mal
Cada um de nós lutava para a malta se encontrar

Não vou esquecer o que é sentir
O vosso amor
Mas vou prosseguir

Sei que tudo vai mudar
À procura do meu lugar
E levo tudo o que aprendi

Sei por onde caminhar
É tempo de voar
Mas sinto que vou voltar aqui
Algo novo já me chama pela estrada fora
Já depois da curva vou-me surpreender
Acredito que hei-de ver o que posso vir a ser,
e pelo menos vou tentar
Só posso olhar em frente mesmo a temer

Chegou o momento de coragem
Para dizer adeus
E seguir viagem
Fonte: Just Girls

Just Girls feat Gutto - O jogo ja comecou (Sorte ou azar)

Hoje à noite, é Ladies Night
everything is gonna be alright
tu sabes quem és
sei o que queres
G-U-T-T-O dá-te o que queres
Tá-se bem
Se entrares no jogo
Eu entro também
Eu prometo girl
Diamonds and pearls
Não é para qualquer um
Just, Just Girls

Cheguei quando a noite nasceu,
Estavas sentado ali,
Quisseste dar-me o teu céu
Mas eu fingi que não vi.

Fiquei presa por um fio, senti mais um arrepio,
Aceitei o desafio, desse teu olhar.
Tenho medo de querer, tudo pode acontecer,
Será que me vais prender, ou libertar.

Eu quero entrar no jogo mas não vou perder,
Sinto o amor chegar,
Só espero a minha vez para apostar e ver,
Se a minha sorte vai mudar.

O jogo já começou,
O dado já rodou
E se hoje ninguém ganhar,
Não me vais escapar.

Esquecemos tempo e razão,
Deste-me o teu calor
Entraste no meu coração
Dei-te o meu amor.

Mas se o horizonte escurecer
E já não estiveres aqui,
Fecho a minha mão
Prá guardar tudo o que vivi.

A tua sorte acabou de mudar
Tenho os dados viciados
E eles estão a rolar
Não precisas de jogar pelo seguro
Joga no escuro
Aposto tudo no nosso futuro
Não tenho medo
Vale a pena arriscar
Eu aposto quase tudo
Eu tou habituado a ganhar
Aposta que ninguém te trata como eu, ama como eu
Aposte que te levo ao céu
O jogo é limpo, sem cartas na manga
E se ouvires boatos
Não acredites, que é tanga
Eu faço bluff, não aceito a derrota
Se não ganho a bem
Então eu faço batota
Yeah?

Just Girls - Tanto Faz

Aqui está a música que tanto pediram, e aproveito para dizer aos fans das Just Girls que elas agora tem um fórum, visitem o Fórum das Just Girls

Just Girls - Tanto Faz

Achas bem ficar assim
sei que doi mas vai passar
deixa lá bora esquecer
toca a levantar pra recomeçar
bora lá és capaz tu não vais desistir
acreditar é lutar mesmo se cair
sobreviver é querer o que a vida trás
não te deixes vencer

já sabes tanto faz
já sabes tanto faz

já não vale olhar para trás
para lá voltar nem pensar
abrir os olhos só te faz bem
começa a reagir invés de fugir

bora lá és capaz tu não vais desistir
acreditar é lutar mesmo se cair
sobreviver é querer o que a vida trás
não te deixes vencer

bora lá és capaz tu não vais desistir
acreditar é lutar mesmo se cair
sobreviver é querer o que a vida trás
não te deixes vencer

já sabes tanto faz
já sabes tanto faz

A escolha é tua
já tens tudo o que precisas
agarra com força a vida em ti

bora lá és capaz tu não vais desistir
acreditar é lutar mesmo se cair
sobreviver é querer o que a vida trás
não te deixes vencer

bora lá és capaz tu não vais desistir
acreditar é lutar mesmo se cair
sobreviver é querer o que a vida trás
não te deixes vencer


já sabes tanto faz
já sabes tanto faz

Pluma - E Grito

Sinto o toque do chão
mergulho na areia fria
Vejo ao longe o céu urgente
está a gritar
Perco as horas
sinto as ondas pulsar de vida
suspeito que é este o meu lugar

(Refrão)
Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma

Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma... E grito

Sinto sangue fervente
sinto a alma vazia
Respiro fundo e sinto o sal secar-me a pele
É um sopro dormente, quebra a nostalgia
É um mar de riso e choro
quadro de papel

Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma

Rasgo a pele
quero ser nada
Qero despir-me de mim
Reencontrar a alma

Quero fugir
Quero me libertar
Quero sair
Procuro resgatar
O que resta de mim

Quero fugir
Quero me libertar
Quero sair
Procuro resgatar
O que resta de mim

E grito
E grito
E grito
Eu grito

Just Girls - Camisola Amarela

Aqui fica a letra da musica da nova banda dos Morangos Com Açúcar, a Girls Band: Just Girls

Meninas hoje vamos sair
Just girls vai ser só curtir
Veste uma camisola amarela
Espera-me juntinho a janela

Pois os meus pais não me querem deixar sair

Logo hoje que eu tenho mesmo de ir
Na indústria há uma festa
Não posso faltar a esta pois eu tenho, quero e devo mesmo lá ir

Devagar para não acordar
A cadela não pode ladrar
O carro escondido no fundo da rua
Salta a janela e noite é tua

E a musica no rádio é a partir
E a girls lá começa no carro a rir
Uma noite de travessuras esquecer as amarguras
As amigas estão comigo é só curtir

E a musica na pista sempre a subir
E o ritual da dança estou a sentir
A tonteira, a anestesia, nessa mista euforia
Pois a noite é toda tua sempre a curtir.

Fonte: Just Girls

Ganha um MacBook



MAC PO 468 60


Entra no site em cima e ganha um fantástico MacBook!

O MacBook foi concebido para o seu estilo de vida em movimento — com processadores Intel Core 2 Duo, 1GB de memória e unidades de disco maiores em todos os modelos. Existem também várias características inovadoras, incluindo uma câmara iSight integrada para videoconversação em qualquer lugar, iLife ’06, Front Row, um brilhante ecrã panorâmico de 13 polegadas e até mesmo suporte para dois monitores.

Mais informações em: http://www.apple.com.pt/por/apple/macbook/macbook.html

FF - O Sol de amanhã

Será que está por compreender
Aquilo que nos fez morrer
Agora, é hora de acordar e ver nascer
O Sol do amanhã

Quantas vezes te pedi p’ra não mudares o Mundo
E quantas vezes te implorei que fosses tu no fundo
Seres só tu, e eu também
Eu não te quero esquecer
Eu não te vou recordar
De momento não há quem fique a perder

Será que um dia vais saber
O que nos ficou por fazer
Agora, é hora de ficar e reviver
O Sol do amanhã

Quantas vezes te pedi p’ra não mudares o Mundo
E quantas vezes te implorei que fosses tu no fundo
Seres só tu, e eu também
Eu não te quero esquecer
Eu não te vou recordar
De momento não há quem fique a perder

No Sol do amanhã
Virá o renascer
No Sol do amanhã
Não há nada a perder

Quantas vezes te pedi p’ra não mudares o Mundo
E quantas vezes te implorei que fosses tu no fundo
Seres só tu, e eu também
Eu não te quero esquecer
Eu não te vou recordar
De momento não há quem fique a perder

FF - Mostra-me o Céu

Pode não ser mais que uma ilusão
Mas algo me diz p’ra avançar
Posso perder com a desilusão
De alguém que não soube parar...

Mas toco no céu sempre que penso em ti
Sinto a magia no teu olhar
Mesmo que não passe tudo de uma ilusão
Não vou conseguir parar...

Mostra-me o céu e o azul do mar
Mostra-me tudo o que eu sou capaz
Mostra-me a côr do prazer
Dá-me um pouco de paz

Neste momento, com esta paixão
Sei que não consigo parar.
Tudo o que tento nesta situação
É conseguir não me magoar

Mas todo o meu céu não chega p’ra ti,
Quero que me digas como entrar no teu...
Sei que contigo eu vou ser capaz
De te dar de novo o que se perdeu...

Mostra-me o céu e o azul do mar
Mostra-me tudo o que eu sou capaz
Mostra-me a côr do prazer
Dá-me um pouco de paz

Mostra-me o céu e o azul do mar
Mostra-me tudo o que eu sou capaz
Mostra-me a côr do prazer
Dá-me um pouco de paz

FF - Sigo a voz p'ra ver

Sinto,
Já não há tempo para te entender
Não te quero.
Não dramatizes, ninguém vai perder

Sei que nada me vai parar,
Este é o momento de te deixar

Sigo a voz sem ver
O tempo a correr,
A vida não tem mais cor,
Sigo a voz sem ver,
P’ra ser mais feliz
E a vida ganhar valor

Sonhar p’ra me encontrar
Desenhar o meu lugar
Apagar o que de mau ficou

Sigo a voz p’ra ver
O mundo brilhar
Eu vou arriscar sem medo de errar!

Sinto,
Não há nada que me faça mudar
Eu preciso
De libertar-me deste lugar

Sei que nada me vai parar,
Este é o momento de te deixar

Sigo a voz sem ver
O tempo a correr,
A vida não tem mais cor,
Sigo a voz sem ver,
P’ra ser mais feliz
E a vida ganhar valor

Sonhar p’ra me encontrar
Desenhar o meu lugar
Apagar o que de mau ficou

Sigo a voz p’ra ver
O mundo brilhar
Eu vou arriscar sem medo de errar!

Tudo o que quero é ser feliz,
Sentir cada passo no chão,
Desta vez… Virar o meu mundo sem olhar p’ra trás

Sinto,
Já não há tempo para te entender
Não te quero.
Não dramatizes, ninguém vai perder

Sei que nada me vai parar,
Este é o momento de te deixar

Sigo a voz sem ver
O tempo a correr,
A vida não tem mais cor,
Sigo a voz sem ver,
P’ra ser mais feliz
E a vida ganhar valor

Sonhar p’ra me encontrar
Desenhar o meu lugar
Apagar o que de mau ficou

Sigo a voz p’ra ver
O mundo brilhar
Eu vou arriscar sem medo de errar!

FF - Flutuar

Será que hoje não vais dizer
“Segue um caminho, não te deixes ultrapassar

Não faças nada por diversão”
Mas eu não, não sou brinquedo na tua mão

Desta vez tu não vais antecipar
A minha raiva de te pôr no lugar

Espera e ouve com atenção
Eu não vou repetir
Não me prendas à tua ambição!

Esquece as regras
O medo – soprá-lo ao vento
É um momento sem leis
Não és tu quem me vai impedir
De sentir como meu
Todo o espaço que piso
No céu vou deixar todas as tuas ideias – flutuar

Já me cansei de te dizer que não quero, não…
Viver a vida ao sabor do dinheiro, em vão…

Se tudo o que vês
São momentos banais
Não vais atingir,
Nós não somos iguais…

Esquece as regras
O medo – soprá-lo ao vento
É um momento sem leis
Não és tu quem me vai impedir
De sentir como meu
Todo o espaço que piso
No céu vou deixar todas as tuas ideias – flutuar

Age no tempo
Este é o teu momento
Não te deixes controlar
É o teu mundo a gritar

Esquece as regras
O medo – soprá-lo ao vento
É um momento sem leis
Não és tu quem me vai impedir
De sentir como meu
Todo o espaço que piso
No céu vou deixar todas as tuas ideias – flutuar

Esquece as regras, o medo…

Esquece as regras
O medo – soprá-lo ao vento
É um momento sem leis
Não és tu quem me vai impedir
De sentir como meu
Todo o espaço que piso
No céu vou deixar todas as tuas ideias – flutuar

FF - Vou vencer

Pensei que tudo estava bem
Que tudo ia ser mais fácil
Agora sei que renascer
Será um trunfo p’ra vencer… E tu vais ver

Eu não vou esquecer
O que tenho p’ra te dar
Eu só vou compreender
Se te conseguir levar
Eu não vou desistir
Sei que vou conseguir
Tu vais ver (vais vencer - coro)

Não sei que mais possa dizer
O tempo corre, tudo foge…
Eu vou-te querer surpreender
Sei que não me queres ver sofrer, a perder...

Eu não vou esquecer
O que tenho p’ra te dar
Eu só vou compreender
Se te conseguir levar
Eu não vou desistir
Sei que vou conseguir
Tu vais ver (vais vencer - coro)

Nada vai mudar
Eu vou continuar
Este sonho que há em mim
Nunca vai chegar ao fim

Eu não vou esquecer
O que tenho p’ra te dar
Eu só vou compreender
Se te conseguir levar
Eu não vou desistir
Sei que vou conseguir
Tu vais ver (vais vencer - coro)

…O que tenho p’ra te dar
Eu só vou compreender
Se te conseguir levar
Eu não vou desistir
Sei que vou conseguir
Tu vais ver, tu vais ver, vou vencer…

FF - Eu sou o tempo que parou

Tempo,
Faz algum tempo que tudo mudou
Silêncio!
Hoje eu sei que o tempo tudo já levou
Tempo,
Quanto eu peço ao tempo p’ra voltar atrás
Silêncio,
Fui eu o culpado por não ter tempo para nós.

Andando, correndo, voando contra o tempo,
Deixámos tanto por viver
Eu não te vou perder

Eu sou o tempo que parou, por não estares aqui
Eu voo p’ra chegar mais perto de ti
Já não sei viver assim

Sei que
Errei por não te ter dado mais de mim
Sei que
Ainda existe amor, não é o fim

Andando, correndo, voando contra o tempo,
Deixámos tanto por viver
Eu não te vou esquecer

Eu sou o tempo que parou, por não estares aqui
Eu voo p’ra chegar mais perto de ti
Já não sei viver assim

Eu não vou desistir
De te poder amar
Ao teu lado, quero estar

Sou o tempo que ficou
Deixámos tanto por viver
Nunca mais te vou perder

Eu sou o tempo que parou, por não estares aqui
Eu voo p’ra chegar mais perto de ti

Eu sou o tempo que parou, por não estares aqui
Eu voo p’ra chegar mais perto de ti
Eu sou…

FF - Mais um amanhecer

Por esta estrada
Que tantas vezes eu já percorri
Encruzilhada
Onde tantas vezes eu já me perdi

Já tive mágoas sem saber porquê...
Mas sei que fazia tudo outra vez

Mais um amanhecer
Mais uma nova razão p’ra viver
Deixa o dia entrar
E a vida começar
Mais um amanhecer...
Mais um amanhecer...

Já fui o Sol
A brilhar num fim de tarde de Verão
Já fui a chuva
Que chorou nas nuvens no meio da escuridão
Já quis fazer o tempo andar p’ra trás
Mas o nosso tempo é o que dele se faz

Mais um amanhecer
Mais uma nova razão p’ra viver
Deixa o dia entrar
E a vida começar
Mais um amanhecer...
Mais um amanhecer...

Mais um amanhecer
Mais uma nova razão p’ra viver
Deixa o dia entrar
E a vida começar
Mais um amanhecer...
Mais um amanhecer...

FF - Eu só quero ser

Pedes sempre mais
...Mais do que sou
Mas tu nunca vais
Ver o que falhou

Viver do passado
Não saber parar
Quando o meu futuro
Não pode esperar

Descobri quem sou
Por viver assim
Sempre preso a ti
E a tudo o que falhou

Todas as promessas
De um futuro a dois
São hoje retratos
De desilusões

Eu só quero ser
Quem sou
Sem medo de errar
Continuar a dar
O que sei e o que sou
Eu só não posso ser a dor
A dor que guardas em ti

Sei que tens p’ra dar
O que eu quero ter
Mas não vou esperar
Até te perder

Se o mundo não pára
Nem espera por ti
Também o meu sonho
Não acaba aqui

Continuar a dar
O que sei e o que sou
Eu só não quero ser a dor
A dor que guardas em ti

Continuar a dar
O que sei e o que sou
Eu só não quero ser a dor
A dor que guardas em ti

FF - As letras do teu nome

Parou, no tempo, o meu olhar,
Ficou parte de mim…

Sonhei um dia encontrar
O que imaginei

É o teu sorriso…
As tuas convicções…

Já não é preciso
Esconder as emoções

Vou lá estar
Desenhar-te, em cada folha de papel
Vou escrever
Um gesto teu é musical e
Vou cantar
O primeiro beijo, as letras do teu nome…

Se fores agora, vou guardar
O momento principal

Não vou sentir qualquer rancor,
Quero ser original.

E se me disseres
“Acabou, não vou voltar,

Esquece o que vivemos”
Vou te perder p’ra me encontrar

Vou lá estar
Desenhar-te, em cada folha de papel
Vou escrever
Um gesto teu é musical e
Vou cantar
O primeiro beijo, as letras do teu nome… As letras do teu nome…

FF - Não quero ver o Fim

A noite chega
É primavera
A tua voz
É sonho de papel
Tento dormir
Mas só penso em ti...

É mais um dia
Será que te vou ver
O mundo pára
Não sei o que fazer
A noite cai
E tu não estás aqui

Não vou parar
Até te poder dizer:

Desculpa, não te quis magoar
Não quero segredos nem mentiras
Que possam mudar aquilo que nos une
Não quero ver o fim...

Vamos ouvir
A voz da razão
E ver o fim
Desta nossa solidão
O importante é ter um rumo a seguir

Vou-te encontrar
P´ra te poder dizer:

Desculpa,não te quis magoar
Não quero segredos nem mentiras
Que possam mudar aquilo que nos une
Eu quero estar contigo...

Desculpa,não te quis magoar
Não quero segredos nem mentiras
Que possam mudar aquilo que nos une
Não quero ver o fim...

Descobrir, o que é viver
Alimentar,este sonho até morrer...

Desculpa,não te quis magoar
Só quero contigo regressar...

Desculpa,não te quis magoar
Não quero segredos nem mentiras
Que possam mudar aquilo que nos une
Não quero ver o fim...

FF - Será que não vês

Tens olhos felinos,
Transpiras prazer…

O que ambicionas
Acabas por ter…

Não tens inimigos,
Nem tempo p’ra amar…

Sorris como um anjo / na rua
És Diabo a andar!

Será que não vês
Que estás a perder?
É medo o que sentes?
Não queres saber?
Do que é que precisas?
Porque é que não dás
Um momento, um segundo…
Abre a porta e verás
Um mundo a teus pés!
Estão a chamar por ti,
Não vale a pena lutar,
Para quê fugir?
É mais forte que a razão…
E tu não vais resistir…

Independente,
Não queres ninguém.

Controlas o tempo
De quem te detém!

Em tudo o que fazes
Não há emoção…

Nada te assusta, não tremes,
Pedra no coração!

Será que não vês
Que estás a perder?
É medo o que sentes?
Não queres saber?
Do que é que precisas?
Porque é que não dás
Um momento, um segundo…
Abre a porta e verás
Um mundo a teus pés!
Estão a chamar por ti,
Não vale a pena lutar,
Para quê fugir?
É mais forte que a razão…
E tu não vais resistir…

Todo o tempo a pensar – tudo estava vencido;
Todo o tempo a correr – nada me vai prender;
Todo o tempo do mundo – preso na minha mão;
O que foi um segundo é ilusão!

Será que não vês
Que estás a perder?
É medo o que sentes?
Ou não queres saber?

Um mundo a teus pés!
Estão a chamar por ti,
Não vale a pena lutar,
Para quê fugir?
É mais forte que a razão…
E tu não vais resistir…

Um mundo a teus pés!
Estão a chamar por ti,
Não vale a pena lutar,
Para quê fugir?
É mais forte que a razão…
E tu não vais resistir…

FF - E tudo é tão frágil

Quanto mais te deixares cair,
Quanto mais te deixares partir,
Esperas que eu suspire com sede de querer…
…Um pouco mais de ti.

Oh… Não vás – mentir mais uma vez,
Lanças ilusão
Na idade dos porquês…

Ou então…
Faz-me acreditar
Na tua paixão,
Deixa-me ficar
Em tudo o que é tão frágil,
Em tudo o que é tão frágil…

Quanto mais me deixares cair,
Quanto mais me deixares partir,
Brincas com os meus medos,
Só p’ra me iludir
Num pouco mais de ti…

Oh… Não vás – mentir mais uma vez,
Lanças ilusão
Na idade dos porquês

Ou então…
Faz-me acreditar
Na tua paixão,
Deixa-me ficar
Em tudo o que é tão frágil,
Em tudo o que é tão frágil…

Não quero nem saber,
Talvez nem entender,
Eu quero acreditar:
Tudo o que vai vem!
Eu quero acreditar,
Talvez nem entender,
Não quero nem saber!

E tudo é tão frágil…
E tudo é tão frágil…
E tudo é, e tudo é, e tudo é, e tudo é, e tudo é…
…E tudo é tão frágil.

FF - A musica Nasce

A música Nasce:
Tempo suspenso, é o momento de regressar
- Começo a criar.
Rasgando o silêncio, respirando agora…
É espelhar num momento de batida do coração,
Libertar cada letra, dissolvendo a razão.

Grava no tempo e o tempo crava na voz
A voz do momento, num momento veloz.
Sente o som a deslizar,
Ensina cada ritmo a expulsar…
A música nasce (para te poder levar).

Desconstrução: cifra a mensagem a desvendar
- Subliminar.
Troca palavras, é o momento de experimentar.
Deixa vibrar o sentido criativo, efusivo,
Escondendo numa só palavra a origem da criação.

Grava no tempo e o tempo crava na voz
A voz do momento, num momento veloz.
Sente o som a deslizar,
Ensina cada ritmo a expulsar…
A música nasce (para te poder levar).

No foco, no centro
Da tua ambição,
Respira memórias,
Materializa inspiração…

Constrói num momento:
Simplificações,
Segredos que não vais poder guardar para ti

Sente o flow que te dou neste tom,
Rimas e melodias misturadas neste som…
… Rasgo o compasso e não o faço por fazer,
Agora tá na hora, sem demora, de te fazer ver que
Música é assim e não há cá diferenças…
Um tempo p’ra curtir e as ideias são imensas.
Espero que entendas o que estou a dizer senão…
1. 2. 3. FF é a tua vez.

Grava no tempo e o tempo crava na voz
A voz do momento, num momento veloz.
Sente o som a deslizar,
Ensina cada ritmo a expulsar…
A música nasce (para te poder levar).

Grava no tempo e o tempo crava na voz
A voz do momento, num momento veloz.
Sente o som a deslizar,
Ensina cada ritmo a expulsar…
A música nasce (para te poder levar).

Floribella - Ding Dong

Tudo o que eu sempre sonhei
Tudo aquilo que sempre esteve tão longe
Foi só por ti que eu esperei

E agora que tu estás aqui
Quando eu por ti passo, quero um abraço
Pois em ti eu descobri

Oiço os sinos que tocam e me deslocam
P’ra um mundo só meu
Onde sei que o nosso amor se esconde
E ninguém nos separa, conde

Ding dong, ding dong
Tocam os sinos do amor
Quando estou contigo
Ding dong, ding dong
Pois eu sei bem que onde eu fôr
Tu estarás comigo

Tu és a minha canção
És som de um violino
O toque de um sino
Ao qual não sei dizer não

Cada vez que o sino tocar
Eu e tu um caminho, um só destino
Onde ninguém vai entrar

Oiço os sinos que tocam e me deslocam
P’ra um mundo só meu
Onde sei que o nosso amor se esconde
E ninguém nos separa, conde

Ding dong, ding dong
Tocam os sinos do amor
Quando estou contigo
Ding dong, ding dong
Pois eu sei bem que onde eu fôr
Tu estarás comigo

Floribella - Desde Que Te Vi

Eu sei que nós dois jurámos
Amizade até ao fim
Mas já não posso esconder
Tudo o que eu sinto por ti

Eu tentei não dar ouvidos
Ao que diz o coração
Mas já não posso esconder
E calar esta paixão

Sem rumo, fiquei perdida
Mas já não vou disfarçar
Que tu és a minha vida
Ouve agora tudo o que eu te quero contar

Desde que te vi
Tudo é tão diferente para mim
Eu não me queria entregar, mas não posso negar
Desde que te vi
Soube que eras feito para mim
A minha vida mudou
E onde tu estivéres, eu também estou
Desde que te vi

Revelei-te o meu segredo
E sei que tu vais guardá-lo
O nosso amor é um brinquedo
E nós vamos partilha-lo

Não esqueci a nossa promessa
À qual eu não quis faltar
Mas foi tudo tão depressa
Que eu não pude evitar

Eu não sei se faz sentido
Mas eu não posso fingir
Mesmo sendo proibído
O que eu sinto tu vais ter que ouvir

Desde que te vi
Tudo é tão diferente para mim
Eu não me queria entregar, mas não posso negar
Desde que te vi
Soube que eras feito para mim
A minha vida mudou
E onde tu estivéres, eu também estou
Desde que te vi

Dia da Mae

Como todos sabem aproxima-se uma data importantíssima no panorama nacional, dia 6 de Maio é o Dia da Mãe.

Para o Dia da Mãe, recomendamos então a visita, ao seguinte blog: http://diadamae.blogspot.com/ onde vai poder encontrar, a historia do Dia da Mãe, Mensagens para o Dia da Mãe e Sugestões e Prendas para o dia da Mãe.

Visitem o blog, cliquem no link => Dia da Mãe

Pedro Camilo - Dás-me O Mundo

Quando as minhas mãos desenham o teu corpo
Tu deixas-te ir
Quando os meus lábios desenham os teus
Tu deixas-te sentir

E quando o Sol já disse adeus
E em tons de prata o Céu acolhe a Lua
Dás-me o mundo ao dizeres baixinho
Eu sou tua

Quando a tua boca dispara mil palavras
Sem nada dizer
Quando dizes não, mas queres dizer sim
Procuro ouvir

E quando o Sol já disse adeus
E em tons de prata o Céu acolhe a Lua
Dás-me o mundo ao dizeres baixinho
Eu sou tua
E quando o Sol já disse adeus
E em tons de prata o Céu acolhe a Lua
Dás-me o mundo ao dizeres baixinho...

Quando o silêncio preenche cada espaço
Escolho aguardar
Pois sei que o silêncio transporta mil palavras
Sem nada falar

E quando estamos longe e o tempo corre lento
Começo a escrever
E em todas as palavras eu leio o teu nome
E o desejo de te ter

E quando o Sol já disse adeus
E em tons de prata o Céu acolhe a Lua
Dás-me o mundo ao dizeres baixinho
Eu sou tua
E quando o Sol já disse adeus
E em tons de prata o Céu acolhe a Lua
Dás-me o mundo ao dizeres baixinho
Eu sou tua

Menito Ramos - Cupido De Amor

Trocamos muito mais que um olhar,
Tanto, que achei que podia dar
Aos segredos que dizias guardar.
E por momentos acreditei que isto,
Não era um sonho qua pintei
Mais um dos tantos que criei.

Sei que pode dar,
so tens de tentar
da-me a mão e ...

Deixa-te levar por mim
Deixa-me dar-te um mundo assim
Sei que pode resultar.
Deixa-me mostrar quem sou
Deixa-te ir por onde vou
Só tu podes alcançar

Vivemos um dia de cada vez
Sei que, podemos viver sem porquês
Afinal só depende de nós dois.

Sabemos que tudo pode mudar
Não saber o que pode dar
Este olhar que agora é amor.

Sei que pode dar
Só tens de tentar
da-me a mão e...

Deixa-te levar por mim
Deixa-me dar-te um mundo assim
Sei que pode resultar.
Deixa-me mostrar quem sou
Deixa-te ir por onde vou
Só tu podes alcançar

Só tu podes alcançar
Só tu podes...

Talvez nunca consiga mostrar
Porquês são barreiras pra avançar
Faz um esforço pra alcançar

Deixa-te levar por mim
Deixa-me dar-te um mundo assim
Sei que pode resulta.
Deixa-te levar por mim
Deixa-me dar-te um mundo assim
Só tu podes alcançar
Só tu podes alcançar

Trocamos muito mais que um olhar
Tanto que achei que podia dar
Aos segredos que dizias guardar...

Menito Ramos